Nos dias 27 de maio, 1º e 6 de junho, as atletas voltam a fazer o exame

Imagem: Divulgação
Imagem: Divulgação

A segurança e a saúde da Seleção Brasileira Feminina estão em primeiro lugar. Seguindo os protocolos da Confederação Brasileira de Basketball (CBB) e da Federação Internacional de Basketball (FIBA) para a AmeriCup – 2021, as atletas passaram por mais uma bateria de exames PCR contra a Covid-19 nesta quinta-feira (27 de maio). A ação aconteceu no próprio hotel em que o Brasil está hospedado, em Itu (SP), graças à parceria com o Grupo Pardini, rede de laboratórios com filiais em todo o Brasil e que conta com toda a tecnologia necessária.

Os exames serão realizados ao longo do período de treinos e jogos. No último dia 20 de maio, as jogadoras fizeram o exame RT-PCR (considerado padrão ouro para diagnóstico da doença). Já no dia 25 de maio, testes de sorologia foram aplicados no Hotel. Nos dias 27 de maio, 1º e 6 de junho, as atletas voltam a fazer o exame molecular RT-PCR.

 

Foto: Divulgação/CBB

 

A viagem para San Juan, em Porto Rico, onde acontece o torneio, será no mesmo dia 06 de junho. A estreia do Brasil acontece no dia 11 de junho, diante de El Salvador, pelo Grupo A, que também conta com Colômbia, Ilhas Virgens e Canadá. Os quatro primeiros avançam para as quartas de final, quando encaram os quatro times melhores classificados do Grupo B. Os quatro classificados para as semifinais também garantem um lugar no Pré-Mundial, em fevereiro de 2022.