Brasil enfrenta o Uruguai e a Colômbia, fora de casa, na última ‘janela’ da primeira fase

Imagem: Divulgação
Imagem: Divulgação

O Brasil está convocado para as partidas da última ‘janela’ da primeira fase das Eliminatórias para a Copa do Mundo 2023. Nos dias 30 de junho e 03 de julho, fora de casa, a Seleção Brasileira masculina encara o Uruguai (em Montevidéu) e a Colômbia (em Barranquilla), fechando a primeira etapa da disputa. Já classificado, o Brasil entra em quadra para manter o primeiro lugar do grupo e chegar com 100% para a segunda etapa, quando cruza com Estados Unidos, México e Porto Rico, já classificados também.

O jogo contra o Uruguai será às 20h10, e o confronto diante da Colômbia acontece às 21h40. A apresentação será no dia 21 (terça-feira), em São Paulo (SP), com treinos no ginásio Antonio Prado Jr (CA Paulistano). O time embarca para o Uruguai no dia 27.

Os duelos repetem a última ‘janela’, quando o Brasil venceu os dois rivais. A lista do técnico Gustavo De Conti conta com a base de atletas que já vêm sendo chamados, como George de Paula, Lucas Dias, Bruno Caboclo, Gabriel “Jaú” Galvanini, Guilherme Deodato, Rafael “Mineiro” Sousa, Elio Corazza e Lucas Mariano.

Estão de volta o armador Marcelinho Huertas, após grande temporada no Lenovo Tenerife, e Rafael Luz, do Surne Bilbao Basket. A lista conta ainda com a chegada do jovem Rafael Munford, do EC Pinheiros; Renan Lenz, do 123 Minas Tênis Clube; Wesley Castro, do Mogi das Cruzes Basquete; e Danilo Fuzaro, do CA Paulistano.

“Esses dois jogos fora de casa são fundamentais para a nossa campanha nas Eliminatórias. Já estamos classificados para a segunda fase. Respeitamos Uruguai e Colômbia, mas queremos voltar para casa com duas vitórias, já que a campanha dessa fase inicial é levada para a segunda. Chegar 100% contra EUA, Porto Rico e México é importante pensando na vaga no Mundial. Vamos trabalhar para seguir com essa sequência de vitórias”, explica De Conti.

Eliminatórias
Pelo formato de disputa das Eliminatórias, as 16 Seleções das Américas foram separadas na primeira fase em quatro grupos com quatro equipes, formando os Grupos A, B, C e D, com jogos de ida e volta dentro dos grupos, totalizando seis partidas. Os três melhores de cada chave avançam para a segunda fase, quando serão formados os Grupos E e F, com seis equipes em cada uma.

Líder do Grupo B, o Brasil chega à última rodada da janela classificado, assim como o Uruguai. Chile e Colômbia lutam pelo último posto. O chaveamento da segunda fase das Eliminatórias também já está definido, com Estados Unidos, Porto Rico e México garantidos.

Neste segundo momento, todas as equipes carregam os resultados da primeira fase, e jogam apenas contra as equipes que não enfrentaram ainda. Assim, teremos jogos de ida e volta entre Brasil x México, Estados Unidos e Porto Rico. Após o fim dos duelos, os três primeiros + o melhor quarto colocado entre os Grupos E e F se classificam para a Copa do Mundo 2023, somando sete postos das Américas na competição.

A Copa do Mundo acontece entre os dias 25 de agosto e 10 de setembro de 2023, com Japão, Filipinas e Indonésia dividindo o direito de sediar a disputa. A competição terá 32 equipes, com oito grupos de quatro equipes na primeira fase. Os dois melhores times de cada grupo avançam para a fase seguinte da Copa do Mundo, quando formam um novo grupo de quatro equipes contra rivais de outra chave. Os dois melhores vão para o mata-mata a partir das quartas de final.

Convocados

Armadores: Elinho Corazza (São Paulo FC), Rafa Luz (Surne Bilbao Basket-ESP) e Marcelo Huertas (Lenovo Tenerife-ESP)

Alas/Armadores: Georginho de Paula (Sesi Franca Basquete) e Gui Deodato (123 Minas Tênis Clube)

Alas: Danilo Fuzaro (CA Paulistano) e Rafael Munford (EC Pinheiros)

Alas/pivôs: Gabriel “Jaú” Galvanini (Bauru Basket), Rafael “Mineiro” Sousa (CR Flamengo), Lucas Dias (Sesi Franca Basquete), Bruno Caboclo (São Paulo FC) e Renan Lenz (123 Minas Tênis Clube)

Pivôs: Lucas Mariano (Sesi Franca Basquete) e Wesley Castro (Mogi das Cruzes Basquete)

Comissão técnica: Marcelo Sousa (diretor executivo/chefe de delegação), Diego Jeleilate (diretor do naipe masculino), Bruno Valentin (gerente administrativo), Ricardo Carvalho (assistente administrativo), Gustavo de Conti (técnico), Hélio Rubens Garcia Filho e Bruno Savignani (assistentes técnicos), Bruno Nicolacci (preparador físico), Paulo Szeles (médico), Bruno Secco (fisioterapeuta), Denise Silva (nutricionista) e Thierry Gozzer (gerente de comunicação)