Competição dá três vagas para a FIBA Américas Sub-18, que será jogada em junho de 2022

Imagem: Divulgação
Imagem: Divulgação

O Brasil inicia, nesta segunda-feira (21 de março), a sua caminhada no Campeonato Sul-americano Sub-18 Masculino 2022. A competição acontece em Caracas, na Venezuela, e classifica três nações para a FIBA Américas Sub-18, que será jogada em junho de 2022. O selecionado nacional enfrenta a Bolívia na primeira rodada, às 14h (de Brasília), atuando no Gimnasio José Joaquín “Papá” Carrillo.

“Pretendo fazer o que for necessário para ganhar. Acredito muito na troca de ideias com o meu assistente técnico, o Bruno Porto, durante os jogos, e que estamos bem preparados para fazer os ajustes necessários para sair dos jogos com vitória. Colômbia, Bolívia e Uruguai estão desenvolvendo o basquete dentro dos seus países e acredito que teremos bons jogos já na primeira fase”, comentou o técnico Vitor Galvani.

Na fase inicial da competição, o Brasil figura no Grupo A, ao lado da Colômbia, Bolívia e do Uruguai. No Grupo B: Equador, Chile, Venezuela e Argentina. Pelo formato de disputa, as duas melhores equipes de cada chave, depois de um turno único jogando contra nações do mesmo grupo, avançam para as semifinais, que precede a grande final. Os três primeiros colocados na classificação final garantem vaga na FIBA Américas Sub-18.

A seleção viajou na sexta-feira (18 de março) e fez seu primeiro treino no sábado (19 de março). E, neste domingo (20 de março), o grupo trabalha de novo na capital venezuelana, acertando os últimos detalhes para a estreia.

Seleção Brasileira

Armador: Daniel Tedesco (ASD Basket Corato)

Ala/Armador: Breno Campos Silva (NBA Latin America Academy), Eduardo Klafke (Sesi Franca), Lucas Vieira Lopez Atauri (CA Paulistano) e Reynan Gabriel Camilo (Sesi Franca)

Ala: Gabriel de Andrade Landeira (Zentro Basket Madrid), Guilherme Tesch (North Broward Preparatory School) e Samis Rodrigues Calderon (SC Corinthians Paulista)

Ala/Pivô: Enrico de Paula Oliveira (São Paulo FC), Leandro Cardoso Inácio (CA Paulistano), Silvio Nicoliello Neto (CA Paulistano) e Vitor Hugo Farias Cardoso (Sesi Franca)

Comissão Técnica: Diego Jeleilate (diretor-técnico), Ricardo Carvalho (administrador) Ricardo “Cadum” Guimarães (supervisor), Vitor Galvani (técnico), Bruno Porto Prado e Silva (assistente-técnico), Clovis “Vita” Haddad (coordenador de Preparação Física), Felipe Tinoco e Fernando Jaeger (preparadores físicos), Carlos Vicente Andreoli (diretor do Departamento de Saúde), Matheus Winckler e Victor Prado Kallas Andrade (médicos) e Silvanio Signoretti (fisioterapeuta)